Sertânia-PE-Sob a Proteção
de Nossa Srª. da
Imaculada da Conceição

Ricardo Fotografias

Para reflexão

Perfil

 

Engenharia Elétrica

Visitas

2002508
HojeHoje37
OntemOntem566
Esta SemanaEsta Semana1727
Este MêsEste Mês18288
TodasTodas2002508

Luiz da Silva Dodô

Banner

Raimundo Sá Laet (Mundico)

Banner

Marcos Cordeiro

Banner

Waldemar Cordeiro

Banner

 

comício

Veja ! Consultório Agricola, Colostro, Culinária Bodistica, Vozes dos Bichos, Curiosidades do Reino Animal, Regiões Polares e Coletuvos de Plantas... PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
Escrito por Lívio Chaves   
Seg, 27 de Abril de 2015 09:07

Consultório agrícola: Consumo dos próprios ovos

Falta de cálcio pode levar galinhas a comerem os ovos que põem

 

 Shutterstock
Incluir minerais na dieta das aves evita que elas comsumam dos próprios ovos

O que fazer para que as galinhas parem de comer os próprios ovos?

A falta de cálcio no organismo é um motivo que leva as galinhas a consumirem os próprios ovos. Para evitar essa prática, assegure a inclusão do mineral na dieta da criação. Há no varejo rações disponíveis já acrescidas de dosagem de cálcio necessária para a ave. Em lojas de produtos agropecuárias também podem ser compradas farinhas de ostra ou de osso, que são opções para adicionar cálcio à alimentação das galinhas. Se preferir, o criador também pode preparar o complemento, utilizando cascas de ovos. Primeiro, deixa-as secar na sombra para conservar o nutriente e, em seguida, triture-as em um liquidificador. Elas também podem ser socadas com um pilão para se transformar em farinha e, então, misturadas à ração. No entanto, há casos de galinhas ainda continuarem a manter o hábito de comer os próprios ovos, o que será preciso de uma ação mais drástica. Solicite a um profissional com experiência para realizar a debicagem – um processo delicado de corte da ponta do bico que deve ser feito com destreza para não machucar a ave.

 


Manejo Sanitário colostro ( Gado de Leite )

 


Após o nascimento, o bezerro deve permanecer junto com a mãe por pelo menos 24 horas. Sabemos que o bezerro junto com a mãe, mama entre 12 a 15 vezes ao dia. Estas mamadas permitem que o colostro passe muitas vezes pelo aparelho digestivo aumentando a superfície de contato do colostro com a parede intestinal favorecendo assim a absorção de imunoglobulinas (anticorpos). Por outro lado, podemos fornecer o colostro de forma artificial oferecendo dois litros  duas vezes por dia com intervalo próximo de 12 horas. O importante é que o bezerro ingira em torno de 10% do seu peso em colostro, nas primeiras 24 horas.  O bezerro nasce sem proteção de anticorpos contra os agentes de doenças. A forma de adquirir estes anticorpos (defesa), é ingerindo o colostro. O colostro é o primeiro produto produzido pela glândula mamária no inicio da lactação, é uma  rica fonte destes anticorpos que foram produzidos nos dois últimos meses de gestação. Após o nascimento, é imperativo que o bezerro ingira o colostro o quanto antes para que ele adquira estes anticorpos. A capacidade de absorver os anticorpos fornecidos pela mãe no interior do aparelho digestivo do bezerro é aproximadamente nas primeiras 36 horas e esta capacidade de absorção tem como pico máximo entre seis e 10 horas, quando começa a diminuir gradativamente até aproximadamente 36 horas.  A partir deste ponto o colostro continua sendo um alimento muito rico e deve ser aproveitado pelo bezerro e outros do mesmo plantel que são tratados  de forma artificial, porém perde a importância como fonte de anticorpos.
    De outra forma uma das funções do colostro é ajudar na primeira descarga intestinal, isto é, ajuda a expelir as primeiras fezes que é o chamado mecônio. O mecônio são fezes amarelas pegajosas de difícil eliminação portanto sendo o colostro um leve laxante vai ajudar nesta eliminação. Neste período devemos interferir somente se houver necessidade. Na maioria das vezes, esta intervenção é desnecessária. Uma das vantagens da maternidade é a possibilidade de observação do recém nascido e qualquer problema que surgir neste local facilita o socorro.
    O excesso colostro pode e deve ser dado para os outros bezerros. Neste caso ele não tem função como fornecedor de anticorpos pois bezerros mais velhos perdem a capacidade de absorção dos anticorpos mas, como alimento é até mais rico que o próprio leite. É bom lembrar que como o colostro tem uma função laxativa, para fornecer aos outros bezerros o melhor é diluir em outra quantidade de leite para não causar meles de desarranjo aos bezerros mais velhos.
 
 
 CULINÁRIA BODISTICA

Cabrito Ensopado com alecrim



Ingredientes

 

- 800 g de cabrito

- 2 cebolas picadas

- 4 dentes de alho

- 8 colheres de sopa de azeite

- 400 ml de vinho branco

- 1 colher de sopa de alecrim fresco

- 2 batatas em cubos

- 2 cenouras fatiadas

- 1 e 1/2 xícara de ervilhas frescas

- 500 ml de polpa de tomate

- Suco de 1 limão

- Sal grosso

- Pimenta-do-reino

 

 

 

Modo de Preparo

 

- Tempere o cabrito com sal, pimenta e sumo de limão. Doure a carne em 2 colheres de azeite e reserve a carne. Refogue cebola e os alhos no resto do azeite. Adicione a carne, regue com o vinho branco. Acrescente o alecrim, a batata, a cenoura e a ervilha.

- Adicione a polpa de tomate e cozinhe por 30 minutos, com a panela tampada. Sirva quente. 

 

 

CONHECENDO AS VOZES DOS BICHOS

As vozes dos bichos recebem os seguintes nomes:

 

 Voz Animais Lingua Portuguesa Onomatopeias Som Palavras

Arrulho: pombo
Balido: ovelha, carneiro
Barrido: elefante
Berro: cabra, carneiro
Cacarejo: galinha
Chilrear: pássaros
Coaxar: sapo, rã
Cricri: grilo
Ganido: cachorro
Gorjeio: pássaros
Grunhido: porco, javali
Guincho: macaco, gavião
Latido: cachorro

 Voz Animais Lingua Portuguesa Onomatopeias Som Palavras

Miado: gato, onça
Mugido: boi
Relincho: cavalo
Rosnado: cachorro, lobo, raposa
Uivo: cachorro, lobo
Zumbido: abelha, vespa
Zurro: burro

 

 

 

CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL – 1



a) Um camelo consegue beber 120 litros de água em 10 minutos. Ele retém água para 8 dias. Porém, a girafa e o rato podem viver sem água mais tempo que o camelo.
b) As girafas atingem 7 metros de altura. Apesar do tamanho, o seu pescoço tem apenas 7 ossos, o mesmo número de ossos que o pescoço do homem. A cabeça da girafa fica a mais de 2 metros de distância do coração. Para fazer o sangue subir, o coração precisa ser muito forte. O coração da girafa é 43 vezes maior que o do homem.
c) O porco-espinho tem, em média, cerca de 30.000espinhos. Ele é um excelente nadador, porque os espinhos o ajudam a flutuar.
d) As grandes orelhas do elefante servem para resfriar o animal. Quando o sangue
passa pelos vasos próximos à superfície das orelhas, se resfria com o vento. Além disso, abanar as orelhas também ajuda a refrescar.
e) A carapaça das tartarugas é a própria pele que engrossou e ficou dura. Elas não
conseguem sair da carapaça, mas colocam a cabeça e as patas para fora.



CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL – 2

 

a) A anta é maior mamífero terrestre do Brasil. Pode atingir até 2 metros de comprimento e 1 metro de altura, chegando a pesar 300 quilos.
b) Cada salto em distância do canguru alcança 10 metros, enquanto o sapo pula até 5,5 metros. Em termos de altura, o canguru alcança 2,7 metros, menos que o puma, que atinge 3,1 metros.
c) O beija-flor bate as asas 90 vezes por segundo, quatro vezes mais que a libélula.
Ele voa de frente, de costas e até de ponta-cabeça. Procura néctar em cerca de 2.000 flores
por dia.
d) A preguiça movimenta-se lentamente durante a noite e dorme de dia ( mais de 18 horas ). Tem um pescoço que pode até 180 graus. Assim, não precisa mexer o corpo para olhar o que está acontecendo ao seu redor.
e) Os morcegos são os únicos mamíferos que sabem voar. Eles não são cegos, embora tenham dificuldade de enxergar em locais mal-iluminados, mesmo sendo animais de hábitos noturnos. Usam o nariz em forma de ferradura para emitir ultra-sons que os ajudam a detectar obstáculos em sua trajetória de vôo e desviar-se deles.



CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL
- 3



a) Os dois únicos mamíferos ovíparos, isto é, que botam ovos, são o ornitorrinco e a equidna, os quais vivem exclusivamente na Austrália.
b) Outro animal exclusivo da fauna australiana é o casuar, uma ave corredora, com asas curtas e patas fortes, semelhante ao avestruz.
c) A preguiça é um mamífero curioso, que tem o corpo coberto por pelos grossos e
longos, que vive nas matas, movimentando-se nas árvores muito lentamente ( daí o seu nome ). Dorme de dia e movimenta-se à noite, alimentando-se de folhas das árvores.
d) Os morcegos são os únicos mamíferos que voam. Eles não são cegos, embora tenham dificuldade de enxergar e tenham hábitos noturnos. Eles usam o nariz para emitir ultrassons que os ajudam a detectar obstáculos em sua trajetória. Essas vibrações atingem os objetos e voltam em sua direção, permitindo avaliar o seu tamanho e localização.
e) O pica-pau é uma ave com ouvido muito apurado, que consegue localizar as larvas de insetos dentro do tronco e galhos das árvores. Então fura a árvore no ponto certo, dando repetidas bicadas e abrindo um buraco, que lhe permite introduzir a língua e apanhar a larva



CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL
- 4



a) O maior ovo é o do avestruz, que mede 15 - 20 cm e pesa 1,2 kg, equivalente a duas dúzias de ovos de galinha; enquanto o menor ovo é o do beija-flor, com 1,2 cm.
b) As cobras comem a cada 15 dias, em média. Elas demoram todo esse tempo para comer de novo porque a sua digestão é muito lenta, já que elas engolem suas presas inteiras,sem mastigar.
c) Conforme a espécie, uma lacraia ou centopéia tem de 28 a 354 patinhas!
d) Testes feitos por cientistas com diversos animais, mostram que o chimpanzé e o golfinho são os mais inteligentes.
e) O falcão voa bem alto e possui excelente visão. Quando ele avista uma presa, se lança sobre ela num vôo tão rápido que chega a atingir 300 km/hora!
f) As formigas-correição são conhecidas por saírem de seu ninho em bandos enormes, que caminham em fileira, atacando e devorando todos os pequenos animais que encontram, tais como: lagartas, lesmas, grilos, baratas, aranhas, escorpiões, etc.



CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL
- 5



a) As formigas-correição costumam sair do formigueiro em bandos enormes, com milhares de indivíduos que desfilam, durante horas, atacando e devorando todos os pequenos animais que encontram, tais como: lagartas, lesmas, grilos, baratas, aranhas, escorpiões, etc.

b) O cavalo-marinho é um pequeno peixe com aparência de um cavalo. Curiosamente, a fêmea deposita os ovos ( em número de 200 - 400 ) em uma bolsa ou saco abdominal do macho, onde são incubados. Portanto, o macho é que fica grávido.


c) O louva-deus, apesar da sua atitude que lembra uma pessoa em oração, é um inseto predador de outros insetos. Algumas espécies chegam a praticar o canibalismo, não sendo raros os casos em que a fêmea, de tamanho maior, devora o macho após a cópula.


d) Quando em perigo, os elefantes formam um círculo, com os mais fortes na frente,
protegendo os mais fracos.
e) Toda as cobras produzem uma substância tóxica, porém poucas espécies possuem a capacidade de injetá-la porque não possuem dentes para isso. O veneno misturado à saliva ajuda na digestão das presas engolidas. As cobras que conseguem injetar o seu veneno são consideradas peçonhentas. No Brasil, a jararaca é responsável por 85% dos casos de picada em seres humanos. Depois, vêm a cascavel e a coral.



CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL
- 6



Fotos de Stock: Reino animal. Imagem: 14225143

a) O animal que vive mais tempo é a tartaruga de Galápagos, que pode viver até 360
anos.
b) O animal mais veloz na terra é o guepardo, que pode atingir a velocidade de 100 Km/hora. O mais veloz no ar é o falcão peregrino, capaz de mergulhar à velocidades de 300 Km/hora.


c) O animal de língua mais comprida é o tamanduá, cuja língua pode medir até 50 centímetros. Ela libera um líquido doce que serve de isca para atrair formigas e cupins. Sua boca, no entanto, tem apenas 2,5 centímetros de largura.
d) O animal mais fedido é o zorrilho africano; quando se sente ameaçado, ele esguicha um líquido mal-cheiroso que provém de suas glândulas anais.
e) A rêmora é um pequeno peixe que possui, na parte superior da cabeça, uma placa com várias ventosas, utilizadas para sua fixação em animais maiores ( baleia, tartarugas e outros peixes, como cação e tubarão ) e até mesmo em barcos. As rêmoras são assim transportadas sem despender nenhum esforço.



CONHECENDO AS REGIÕES POLARES



Chamam-se pólos terrestres cada um dos pontos em que o eixo de rotação da Terra
encontra sua superfície. Distinguem-se os pólos norte e sul.
Na região polar norte não há continente, somente uma área do Oceano Ártico permanentemente congelado, apesar de incluir parte da Groenlândia. Já na região polar sul fica a Antártida, um continente maior que o Brasil. No inverno, por causa do congelamento do mar vizinho, a parte sólida aumenta de tamanho, ficando quase do tamanho da África.
Na região polar norte vive uma pequena população humana nativa - os esquimós, que constroem casas com blocos de gelo, chamadas iglus. Nessa região também vivem ursos polares, assim como focas, morsas e baleias.
Em contraste com a região polar norte, a Antártida é um continente gelado rodeado pelo oceano, em parte também congelado. Aí vivem os pingüins, assim como o krill, semelhante ao camarão, que serve de alimento para animais maiores, como focas e baleias.
Na região polar sul praticamente não há noites no verão. Já no inverno, é o dia que
não amanhece. Nas áreas próximas ao pólo sul, o sol brilha por seis meses consecutivos; mas em compensação, escurece em maio e só amanhece em outubro.
Por outro lado, no pólo norte o sol nasce em março e só se põe em setembro.



CONHECENDO SUBSTANTIVOS COLETIVOS DE PLANTAS



O substantivo representa a palavra que nomeia os seres de uma forma geral1. Algodoal - algodoeiros
2. Arboreto - árvores cultivadas
3. Bananal - bananeiras
4. Cacho - uvas, bananas
5. Cafezal - cafeeiros
6. Eucaliptal - eucaliptos
7. Feixe - capins
8. Flora - plantas
9. Floresta - árvores
10. Folhagem - folhas
11. Gramado - gramas
12. Laranjal - laranjeiras
13. Penca - flores, frutas
14. Pomar - árvores frutíferas
15. Raizame - raízes
16. Ramagem - ramos
17. Ramalhete - flores
18. Renque - árvores enfileiradas
19. Réstia - alhos, cebolas
20. Trigal - plantas de trigo

 
 
Banner
Banner

Banner

    Viva plenamente!!!
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner