Sertânia-PE-Sob a Proteção
de Nossa Srª. da
Imaculada da Conceição

Ricardo Fotografias

Para reflexão

Perfil

 

Engenharia Elétrica

Visitas

2002509
HojeHoje38
OntemOntem566
Esta SemanaEsta Semana1728
Este MêsEste Mês18289
TodasTodas2002509

Luiz da Silva Dodô

Banner

Raimundo Sá Laet (Mundico)

Banner

Marcos Cordeiro

Banner

Waldemar Cordeiro

Banner

 

comício

Hino de Sertânia PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 6
PiorMelhor 
Escrito por Administrator   
Seg, 08 de Novembro de 2010 23:05

Enamorada de Jabitacá

Sertânia vê o sol no seu terreiro

O cacto que a enfeita ser-lhe-á

Promessa de um porvir alvissareiro

Embora vá-se tudo ao Deus dará

Calamidade em solo brasileiro

Sertânia emerge desse mar de pó

Para a ressurreição do Moxotó

 

Quanto é bela Sertânia no deserto

Que o sol – punhal adamantino – criva

Desperta para a glória que vem perto

Miraculosamente rediviva

 

Como o vaqueiro na caatinga hirsuta

Sertânia vive lances de odisséia

Resiste a combustão, não foge à luta

Seus rasgos têm fulgores de epopéia

 

A terra – potencial em força bruta

Por singular aberração da idéia

Vê raramente o Moxotó passar

E além com o São Francisco se abraçar.

 

Letra por Waldemar de Sousa Cordeiro

Melodia por Maestro Nelson Ferreira

 
 
Banner
Banner

Banner

    Viva plenamente!!!
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner